Pilar do Sul - SP, domingo, 24 de fevereiro de 2019
informe o texto a ser procurado

Notícias / Polícia

09/02/2019 | 19:38

Casal sai ileso de capotamento de veículo na SP-264

Motorista disse que foi fechado por outro veículo, perdeu o controle de direção e capotou

Por Sérgio Santos | sergiosantos@pilarnews.com.br

Casal sai ileso de capotamento de veículo na SP-264

Foto: Sérgio Santos / Pilar News

Um casal saiu praticamente ileso de um capotamento de veículo ocorrido por volta de 16 horas deste sábado (9) no quilômetro 117,5 da rodovia João Lemes dos Santos (SP-264) no Parque Pirapora, próximo ao Rancho do Turquinho.

Segundo o condutor, ele trafegava com sua Ford Ecosport sentido Sorocaba à Salto de Pirapora quando foi fechado por outro veículo, que fugiu.

“O cara vinha ‘costurando no trânsito’, feito louco, ultrapassando todo mundo. Ao passar por mim abruptamente atravessou a minha frente. Ao evitar a colisão, bati no canteiro central e o carro capotou”, disse o microempresário de Votorantim, que viaja ao lado da esposa.

O resgate do Corpo de Bombeiros compareceu ao local e prestou atendimento às vítimas, que, apesar do susto, sofreram apenas escoriações leves.

Equipes da Polícia Rodoviária e DER atenderam a ocorrência, sinalizando a via e removendo o veículo. O tráfego ficou lento nos dois sentidos, mas a rodovia não precisou ser interditada.

População reivindica lombada

A reportagem do Portal Pilar News, moradores do Parque Pirapora revelaram que os motoristas trafegam em alta velocidade pelo trecho e reivindicam a instalação de lombadas.

“Radar aqui não adianta. Os caras tapam a placa e desce aqui no rebento. Caminhão então passa com tudo”, disse o motorista Maicon Guimarães, de 34 anos, morador do bairro. “Tem que colocar ‘lombofaixa’, igual tem no bairro Itinga, em frente a Ufscar, que obrigaria os motoristas a reduzirem a velocidade”, completou.

Outra reclamação dos moradores é sobre o local que foi instalada a passarela e o ponto de ônibus. “Ou a passarela está no local errado, ou o ponto de ônibus”, disseram.

E a reclamação dos moradores faz sentido. Para quem vem de Sorocaba, a passarela está instalada logo após um aclive e o ponto de ônibus após a passarela e entre eles tem a rua de acesso ao Parque Pirapora, quando a lógica seria a passarela e o ponto de ônibus estarem no mesmo local.

“Quando o ônibus reduz a velocidade para parar no ponto, ou quando o motorista reduz para entrar no bairro, o risco de acidente é eminente”, disse Maicon.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
Sitevip Internet