Pilar do Sul - SP, sábado, 20 de abril de 2024
informe o texto a ser procurado

Notícias / Geral

27/04/2023 | 14:37

Aldeia tupi-guarani participa de celebração do Dia dos Povos Indígenas com estudantes em Pilar do Sul

Por Igor Oliveira | redação@pilarnews.com.br

Aldeia tupi-guarani participa de celebração do Dia dos Povos Indígenas com estudantes em Pilar do Sul

Clique na imagem para visualizar mais fotos do evento

Foto: Igor Oliveira / Portal Pilar News

Em ação feita pela Secretaria de Educação em parceria com as escolas, o povo indígena tupi-guarani da cidade de Miracatu-SP veio até Pilar do Sul mostrar suas características culturais e interagir com os alunos da rede pública de ensino.

Nesta quarta-feira (26), durante todo o dia no Centro Comunitário, centenas de crianças conheceram danças, falas na língua tupi-guarani, comidas, costumes e artefatos do povo indígena.

A coordenadora pedagógica Gisele, da escola Profª. Maria de Lurdes Oliveira Iha, falou da importância desse evento para a valorização da cultura indígena: “Esse evento é importante para comemorar o Dia Nacional dos Povos Indígenas, celebrado em 19 de abril, e pra colaborar com a valorização dos povos. A falta de conhecimento (da cultura indígena) proporciona a falta de valorização, essa atividade veio pra complementar o que já é trabalhado em sala de aula”.

Representando o povo tupi-guarani, Kunhã Ratsy em tupi, e de nome Sara no português, contou que o povo indígena se sentiu extremamente feliz em ser convidado para essa interação com as crianças da nossa cidade. “Para nós é muito gratificante estar vindo de Miracatu apresentar um pouco da nossa cultura, dos cantos, danças, artesanato e da nossa alimentação para as crianças terem contato e conhecerem um pouquinho da nossa cultura, porque acreditamos que o que a gente acaba conhecendo passamos a respeitar”.

E completou dizendo sobre qual a principal mensagem eles gostariam de passar aos pilarenses e de como foram recebidos. “O que a gente quer transmitir pra eles é que somos apenas povos diferentes, e que nós precisamos de respeito e eles também precisam ser respeitados. É isso que a gente leva para os nossos jovens da aldeia. Não é porque somos índios que somos melhores que eles e que não é porque vocês são homens brancos que são melhores que nós. Somos apenas povos de culturas diferentes. Ficamos feliz dessa cidade estar nos recebendo tão bem. Agradecemos a iniciativa da escola e dos pais liberarem para as crianças virem. Esse é um grande passo para nós”.

O povo mora na aldeia Djaiko Aty, que significa “lugar onde vivemos”, em Miracatu-SP, desde o dia 9 de setembro de 2004 e a comunidade consiste em dez famílias com cerca de 40 pessoas.

O meio de sobrevivência é a partir de venda de artesanatos nas feiras, praias e eventos. A alimentação vem de roças comunitárias onde plantam milho, mandioca, batata doce, inhame e feijão para consumo próprio. Algumas famílias possuem plantação de palmito pupunha e açaí para serem comercializados. Outra renda que algumas famílias possuem é o próprio emprego na aldeia como professor, Agente Indígena de Saúde (AIS), Agente Indígena de Saneamento Básico (AISAN) e Auxiliar de Serviços Gerais na escola da aldeia.

O povo vive numa luta constante para o fortalecimento de sua cultura, para transmitir às crianças e jovens da aldeia o jeito Tupi Guarani Nhandeva de viver, e que possam ter orgulho, respeito, perseverança e esperança de um futuro melhor.
 

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Eduardo Shigueki Yamanaka 03/10/2023 | 00:00

    Nossa que legal o povo indígena se disponibilizando para passar um pouco do conhecimento da sua da nossa cultura indígena aos estudantes de Pilar do Sul . Que Maravilha,espero que venham mais vezes para não deixarmos de ter a conscientização das nossas origens!!!

 
 
Sitevip Internet