Imprimir

Imprimir Notícia

25/03/2019 | 16:55 | Atualizada: 12/04/2019 | 10:10

​PM prende quadrilha e frustra assalto a posto de combustíveis em Pilar do Sul

A Polícia Militar agiu rápido, prendeu quatro suspeitos e frustrou um possível assalto a um posto de combustíveis na madrugada desta segunda-feira (25), por volta de 3h30, no bairro Campo Grande.

O flagrante só possível graças a um cidadão atento que percebeu um veículo suspeito circulando pela cidade e acionou a PM pelo telefone de emergência 190.

Algum tempo depois, durante patrulhamento, a equipe composta pelo cabo Cardena e soldado Joaquim avistaram o carro adentrando a um posto de combustíveis em frente a Creche CCP.

Imediatamente os policiais entraram atrás e, antes que eles desembarcassem, realizaram a abordagem e detiveram os quatro ocupantes do veículo Chevrolet Agile preto, placas de São Paulo.

Durante a revista, os policiais localizaram no interior do carro um revólver calibre 38 e nove munições intactas e descobriram que as placas do veículo estavam adulteradas com fita isolante. 

A placa original ENQ-7166 estava mudada para ENQ-7188, provavelmente para despistar a investigação caso fossem flagrados pelas câmeras de monitoramento do estabelecimento.

Questionados quanto ao intuito de estarem armados e com as placas adulteradas, os suspeitos preferiram se manter em silêncio.

Os quatro indivíduos foram conduzidos à Delegacia e autuados em flagrante pelo delegado Milton Andreoli acusados de adulteração de veículo, porte ilegal de arma de fogo e associação criminosa.

Três deles, Silvano dos Santos de Oliveira, 23 anos, Elias França Targino, 50, e Carlos Carmelo Alves Junior, 29, residem na zona sul da capital, enquanto que David Aparecido dos Santos, 28, em Salto de Pirapora.

Carlos foi indiciado por porte ilegal de arma de fogo, Elias por adulteração de veículo e todos por associação criminosa.

O carro foi recolhido ao pátio do guincho e o quarteto à uma cadeia da região, ficando a disposição da justiça, ou até a audiência de custódia que deve ser realizada nesta terça-feira no plantão judicial de Sorocaba.
 
 Imprimir