Imprimir

Imprimir Notícia

19/05/2020 | 09:18 | Atualizada: 19/05/2020 | 09:18

PM flagra vendedores de linha chilena cortante para pipas

Durante patrulhamento na tarde desta segunda-feira (18), a equipe da Polícia Militar recebeu denúncia informando que dois homens revendiam linhas cortantes no recinto Chico Mineiro.
 
Os soldados Joaquim e Oliveira se dirigiram ao local a tempo de flagrar a dupla comercializando linhas cortantes do tipo “chilena” e pipas para crianças e adolescentes.
 
Segundo a polícia, eles estavam com a tampa do bagageiro do carro aberta, improvisando uma banca, com a mercadoria exposta, sendo 23 carreteis de linha e diversas pipas, além de R$ 174 em dinheiro, que foram aprendidos.
 
Os homens foram conduzidos à Delegacia onde foi registrado um boletim de ocorrência pelo delegado Milton Andreoli. Após ser ouvido, eles foram liberados, mas deverão responder pelo crime de periclitação de vida.
 
Segundo a polícia, os homens confessaram que estavam vendendo as linhas e que sabiam que a pratica é ilegal. Um deles já tem passagem pelo mesmo delito.
 
A linha chilena é feita a partir de quartzo moído e óxido de alumínio e tem alto poder de corte, chegando a cortar quatro vezes mais do que a linha com cerol, e tem provocado muitos acidentes e até mortes, principalmente de motociclistas.
 
No estado de São Paulo a legislação proíbe expressamente a fabricação, comercialização e o uso de cerol ou de qualquer produto semelhante que possa ser aplicado em linhas de pipas. O infrator fica sujeito à diversas penalidades e multas e, se for comerciante, até o fechamento do estabelecimento.
 
 Imprimir