Imprimir

Imprimir Notícia

11/06/2019 | 21:41 | Atualizada: 11/06/2019 | 21:41

Ladrões invadem sítio e furtam pepinos de estufas no bairro Pombal

A atividade do produtor rural não é nada fácil. Além de conviver com as incertezas do mercado, com o sobe e desce dos preços, e as intempéries da natureza, como seca, chuva, granizo ou geada, ainda são vítimas de ladrões.

Recentemente noticiamos o abate e furto de um bovino no bairro Turvo dos Antunes (leia aqui) e agora informamos o furto de pepinos em um sítio no bairro do Pombal.

Segundo as vítimas, dois produtores rurais, os ladrões agiram durante a noite. Eles relataram que saíram a tarde e a roça estava bonita, pronta para a colheita que aconteceria no dia seguinte.

Um deles mora na cidade. O outro mora no sítio, mas longe das estufas. Disse que ouviu os latidos dos cachorros, mas achou que fosse algum animal silvestre. Ao chegar pela manhã eles perceberam as plantas sem os frutos.

Segundo eles foram furtados aproximadamente 18 caixas de pepinos. Tinha rastro de pneu carro, mas longe das estufas. Provavelmente os ladrões conheciam o sítio e carregaram as caixas a pé até o carro para não fazer barulho e chamar a atenção.

“Estamos desolados”, disseram. “A gente trabalha tanto e quando vamos colher o fruto desse trabalho, e aferir a nossa renda, vem os ladrões e levam tudo”, lamentaram.

Os dois produtores são meeiros na propriedade, ou seja, não tem salário fixo e a renda é obtida com a colheita e a venda dos produtos.

Segundo eles, havia alguns dias que eles vinham dando por falta dos pepinos, mas era pouco. Dessa vez os ladrões fizeram o limpa, deixando clareiras visíveis na roça.

A ocorrência foi atendida pela Polícia Militar e será investigada pela Polícia Civil.

DENÚNCIA - se alguém tiver qualquer informação que ajude identificar os ladrões pode denunciar para a Polícia Militar (telefone 190), Polícia Civil (telefones 197 e 3478-5340) ou para o Disque Denúncia 181. Em ambas, a ligação é gratuita e não é necessário se identificar.

RECEPTAÇÃO É CRIME - Quem compra objetos furtados ou roubados comete o crime de receptação (artigo 180 do Código Penal), cuja pena pode chegar até 8 anos de prisão e multa.

Incorre na mesma pena quem compra o objeto furtado, ou roubado, mesmo que sem saber e de boa fé, uma vez que deve averiguar a procedência dos objetos antes de comprá-los.
 
 Imprimir