Pilar do Sul - SP, quarta-feira, 26 de junho de 2019
informe o texto a ser procurado

Notícias / Polícia

26/01/2019 | 00:10 - Atualizada em 26/01/2019 | 09:05

Homem é detido após matar cachorro a marretadas em Pilar do Sul

'Pintado' era dócil e brincalhão, mas o homem alegou que ele avançava contra as pessoas e seu filho de 5 anos

Por Sérgio Santos | sergiosantos@pilarnews.com.br

Homem é detido após matar cachorro a marretadas em Pilar do Sul

Pintado era dócil e brincalhão, dizem testemunhas

Foto: Divulgação

Um cachorro que atende pelo nome de 'Pintado' foi brutalmente assassinado a golpes de marreta na noite de quinta-feira (24) no bairro Turvo dos Góes, zona rural de Pilar do Sul - divisa com Tapiraí.

A ocorrência só foi registrada na manhã desta sexta-feira depois que a Vigilância Sanitária recebeu a denúncia e, em companhia da Polícia Militar, foi ao local e confirmou o crime.

Localizado e detido pela PM, Leandro Viudes Sanches, 27 anos, sem demonstrar qualquer arrependimento, contou que foi até a casa do vizinho, pegou o animal, amarrou com uma corda, levou até um terreno baldio e o matou a golpes de marreta.

O homem alegou que o cão estava avançando contra as pessoas que passavam na rua e, inclusive, contra o seu filho de apenas cinco anos.

A versão foi desmentida pelos vizinhos, que disseram que 'Pintado' era dócil, brincalhão e que o crime foi praticado por pura maldade.

A nossa reportagem apurou que 'Pintado' foi abandonado por uma família que se mudou do bairro e foi adotado por Matheus Antonio Domingues, 18 anos.

À polícia, Matheus disse que após chegar em casa e não encontrar o cachorro, foi informado que Leandro o tinha levado. Ao tirar satisfação com o vizinho, ele percebeu manchas de sangue no short de Leandro, que confessou ter matado 'Pintado'.

Maíra Martins, técnica veterinária e chefe de Centro de Controle de Zoonoses (CCZ da Prefeitura), disse que o crime foi cometido com requintes de crueldade, já que o animal foi amarrado e golpeado várias vezes com a marreta, causando-lhe diversas lesões por todo o corpo.

O homem foi conduzido à Delegacia e autuado pelo delegado Milton Andreoli acusado de maus tratos contra animal (artigo 32 da lei 9.605/98). Mas, como a pena é inferior a dois anos, o homem vai responder o processo em liberdade.

O que diz a lei

Artigo 32 da lei 9605/98 - Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos: Pena - detenção, de três meses a um ano, e multa.

NOTA DA REDAÇÃO - Nossa reportagem recebeu várias fotos do cachorro morto, mas como elas são chocantes não as publicará.

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Mary 30/01/2019 | 00:00

    Simples amarra ele e mata na marretada tmbm, assassino cruel,um animal indefeso,belo exemplo de pai mostrando ao seu filho como se cria um criminoso,

  • Tadashi 27/01/2019 | 00:00

    Mata esse fds na martelada tbm

 
 
Sitevip Internet