Pilar do Sul - SP, quinta-feira, 30 de junho de 2022
informe o texto a ser procurado

Notícias / Polícia

19/05/2022 | 19:45 - Atualizada em 19/05/2022 | 19:56

​Assassino de Igor Barbosa é condenado a 12 anos de prisão pelo Tribunal do Júri

Por Sérgio Santos | sergiosantos@pilarnews.com.br

​Assassino de Igor Barbosa é condenado a 12 anos de prisão pelo Tribunal do Júri

Foto: Sérgio Santos / Portal Pilar News

Em julgamento realizado na tarde desta quinta-feira (19), o vigilante Raimundo Almeida de Jesus, de 48 anos, foi condenado a cumprir 12 anos de reclusão, em regime inicial fechado, pelo homicídio do jovem Igor Barbosa da Silva, de 20 anos.

A sessão do Tribunal do Júri foi realizada no auditório da Câmara Municipal e presidida pelo juiz Ricardo Augusto Galvão de Souza, titular da comarca de Pilar do Sul.
 
A acusação ficou a cargo do promotor Alisson de Lima Maciel que sustentou a tese de homicídio qualificado, com a agravante de ter sido cometido por motivo fútil, e recomendou aos jurados que, ao contrário da acusação inicial do Ministério Público, desconsiderassem a qualificadora de recurso que dificultou a defesa da vítima.
 
Ouvido em plenário, o réu confessou o assassinato, mas, como já fizera no curso do processo, alegou que agiu em legítima defesa após ter sido agredido com um tapa no rosto desferido por Igor.
 
A defesa do réu, exercida pela defensora pública Natália de Oliveira Alves Ferreira, tentou convencer os jurados de que seu cliente teria agido em legítima defesa, sem a intenção de matar, e pugnou pela desclassificação do crime para homicídio culposo.
 
Ao final dos debates, o Conselho de Sentença, composto por seis mulheres e um homem, acatou as teses do promotor e considerou o réu culpado de homicídio qualificado, com a agravante do motivo fútil, o que torna o crime hediondo e com progressão de regime mais gravoso.
 
Ao final do julgamento, a advogada do réu, Natália de Oliveira Alves Ferreira, disse que irá recorrer da sentença. Já o promotor disse que ficou satisfeito com a sentença.
 
O crime

O crime aconteceu na noite de 23 de maio do ano passado (leia aqui), após uma discussão em uma residência na Vila São Manoel, onde a vítima, seu pai e o réu, realizavam uma confraternização entre amigos.
 
Segundo o Ministério Público, revestido de extrema violência, Raimundo desferiu três facadas contra o rapaz, ferindo-o no tórax e virilha. Igor chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital.
 
Raimundo foi detido ainda na noite do crime e teve a prisão em flagrante convertida em preventiva. Ao final do julgamento ele foi reconduzido a uma penitenciária da região para cumprimento da pena.


Igor Barbosa da Silva / Foto: Arquivo Pessoal
 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
 
Sitevip Internet