Pilar do Sul - SP, sexta-feira, 6 de dezembro de 2019
informe o texto a ser procurado

Notícias / Polícia

29/11/2019 | 07:30 - Atualizada em 29/11/2019 | 08:14

​Caminhoneiro acusado de tentativa de feminicídio vai a Júri Popular nesta sexta-feira em Pilar do Sul

O julgamento do Tribunal do Júri será aberto ao púbico e ocorrerá na Câmara Municipal a partir das 13h30

Por Sérgio Santos | sergiosantos@pilarnews.com.br

​Caminhoneiro acusado de tentativa de feminicídio vai a Júri Popular nesta sexta-feira em Pilar do Sul

O julgamento será realizado na Câmara Municipal e aberto ao público

Foto: Arquivo / Sérgio Santos / Portal Pilar News

Será julgado nesta sexta-feira (29) o caminhoneiro Juberto de Almeida Bonifácio, conhecido como ‘Giberto Bataia’, acusado de tentativa de feminicídio cometido contra a ex-mulher, Luciana Evangelista de Carvalho Vieira de Oliveira, em 16 de fevereiro (leia aqui).
 
Segundo a denúncia, desrespeitando determinação judicial que o proibia de se aproximar da ex-mulher, o réu invadiu a residência da filha e desferiu diversos golpes de faca contra a ex-companheira - ferindo seu rosto, mão, braços e pé, só não consumando o ato porque a filha do casal interveio em defesa da mãe.
 
O Ministério Público, por meio da promotora Patrícia Manzella Trita, requereu a pronúncia do réu, uma vez que, descumprindo as medidas protetivas e utilizando de recurso que dificultou a defesa da vítima, feriu a ex-mulher não consumando o homicídio por circunstâncias alheias a sua vontade.
 
A defesa do réu, exercida pelo advogado Rodrigo da Silveira Camargo, requereu a desclassificação do crime de feminicídio para lesões corporais, bem como o afastamento da qualificadora de motivo fútil – mas teve os recursos indeferidos pelo Tribunal de Justiça.
 
Após cometer o crime ‘Giberto Bataia’ fugiu, mas foi preso pela Polícia Militar um mês depois e, desde 16 de março, está preso na Penitenciária Dr. Antonio de Souza Neto, a PII em Sorocaba, aguardando o julgamento.
 
A sessão pública do Tribunal do Júri, que será presidida pelo juiz da comarca, Ricardo Augusto Galvão de Souza, será realizada no auditório da Câmara Municipal a partir das 13h30.

Leia também:
- Mulher é esfaqueada pelo ex-marido na frente da filha na Nova Pilar
- PM prende caminhoneiro que esfaqueou e tentou matar ex-mulher
 

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Cleber Camargo 29/11/2019 | 00:00

    merece a pena máxima cabível para esse tipo de crime. Pena que as leis no país são falhas.

  • Jessie 29/11/2019 | 00:00

    E saber que esse monstro é avô dos meus sobrinhos tenho vontade de fazer justiça com as próprias mãos, mas como não posso coloco esse monstro nas mãos de Deus e da justiça da terra,e que peço a Deus que justiça seja feita

 
 
Sitevip Internet